NO AR

Show da Manhã

Com: Ciliomar Cesar
Horário: 07:30 - 10:00
TOP MÚSICA
  • 1
    MARILIA MENDONÇA

    MARILIA MENDONÇA

    DE QUEM É A CULPA
  • 2
    ROBERTO CARLOS E JENNIFER LOPEZ

    ROBERTO CARLOS E JENNIFER LOPEZ

    CHEGASTE
  • 3
    EDUARDO COSTA

    EDUARDO COSTA

    FORRÓ E PAIXÃO
  • 4
    MAIARA E MARAISA

    MAIARA E MARAISA

    SORTE QUE CÊ BEIJA BEM
  • 5
    ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO

    ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO

    DESTINO
PEÇA SUA MÚSICA
Nome:

Email:

Cidade / UF:

Pedido:

Por medida de segurança, digite os 5 dígitos
do código exibido abaixo

63t0b
Tempo

 

Notícias » Polícia

11 de Janeiro de 2013
Homem que mantém família refém de sequestro liberta a ex-sogra
Segundo a Polícia Militar, mulher foi solta por volta das 18h30. A ex-mulher e o filho, de cinco anos, ainda permanecem com o homem.
Clique para ampliar

Samuel Nunes Do G1 PR


Polícias negociam com o homem que mantém cinco pessoas reféns (Foto: Reprodução/RPC TV)Policiais negociam com o homem para tentar libertação
das vítimas (Foto: Reprodução/RPC TV)

O homem que, desde a manhã desta quinta-feira (10), mantém a família da ex-mulher refém, em Joaquim Távora, no norte do Paraná, soltou, por volta das 18h30, a ex-sogra. Segundo a Polícia Militar, o suspeito ainda está com a mulher e o filho, de cinco anos, dentro da casa.

A situação começou por volta das 7h. De acordo com a PM, vizinhos ligaram para a polícia informando que o homem estava com a família refém. Logo após constatar que se tratava de um caso com pessoas mantidas presas, os policiais isolaram a área e começaram as negociações para a liberação das vítimas.

No começo do sequestro, cinco pessoas eram mantidas reféns do homem, que as ameaçava com uma suposta banana de dinamite. Ele também estaria armado com uma pistola e um revólver. Ao longo do dia, os policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), conseguiram fazer com que o suspeito liberasse quatro pessoas. Além da ex-sogra, também foram libertadas duas meninas, a ex-cunhada e a enteada dele, que tem 11 anos de idade.

Segundo o coronel da PM, Nerino Mariano de Brito, o suspeito já se comunica com os negociadores de forma mais tranquila e menos hostil. “Ele chegou a fazer alusão a querer um advogado. Isso é um bom sinal”, avalia o comandante do Bope. Segundo ele, esse é um indício de que o homem pretende se entregar e quer saber quais as implicações podem recair sobre o crime que cometeu.

Quanto à possível dinamite, conforme relatos de uma das pessoas libertadas, o artefato está em um invólucro e se assemelharia a uma bomba caseira. “Ainda não é possível afirmar com precisão do que se trata, mas pode ser um explosivo caseiro”, explica o coronel.

Não há previsão para que o suspeito liberte a mulher e o filho. Conforme o coronel Nerino, o ritmo das negociações é bom e a expectativa é que todos as vítimas sejam libertadas com vida.


+ NOTÍCIAS


Copyright © 2018 - Radio Cidade Jandaia LTDA